terça-feira, 24 de março de 2015

Um recomeço


  
    Filha,
   
     Um dia te deixei morando sozinha com o teu pai e não tinhas nem 1 ano. 
   Toda a semana acordava cedo e viajava para Porto Alegre (3 ou 4 dias longe), morrendo de saudade, muitas vezes em lágrimas mas por um bom motivo. Pensava que não podia desistir do meu sonho de acabar a faculdade, imaginava que aquela "loucura" era para nossa família.
     E acabou, hoje vejo o quanto crescemos nas dificuldades. Olhando para trás não me arrependo de nenhuma escolha, relembro com alegria os momentos da nossa vida. Abaixo imagens de um novo marco para nossa vida. 


   (fotos Cris Santoro)






















quarta-feira, 18 de março de 2015

Frida Kahlo _ 5 anos da Ton


  Foi uma festa pequena, poucos amigos e muito amor. Não aconteceu há pouco, mas acho justo colocá-la no teu "livro de memórias" que escrevo desde que eras bebê.

  Adoramos o sabor de aniversário, mesmo que organizado em 2 dias. Ligamos para aqueles amigos mais chegados e decoramos inspiradas na Frida Kahlo. Já imaginou, né filha... a casa ficou cheia de flores e cores.  
  Depois que todos se divertiram e foram embora, tu sentou na parte de trás do sofá e me  falou com um brilho no olhar:

  "Foi tão legal, né mãe?"

  E encheu de amor meu coração. 










segunda-feira, 16 de março de 2015

Primeiro acampamento

   Amora,

   Fomos pela primeira vez acampar . 
   Uma Kombi, barracas, violão e amigos.  Perdemos uma roda na estrada, mas a viagem ficou para nossa história. 
   Tenho certeza que nunca vais esquecer...

   ... primeira de muitas aventuras. 
   Beijos Mama. 




 

 

domingo, 15 de março de 2015

Sobre o que ser quando crescer.

Ontem levei tu e a tua amiga Laura para a Casa de "Quintura" (como  falas). Lá vocês fizeram diversas atividades com o Coletivo Tamojunto.
 Uma hora ouvi eles perguntando:
"O que queres ser quando crescer?"
 E tu responde:
 "Médica e Cellista."

Só os anos vão responder...


domingo, 1 de março de 2015

Sobre fazer xixi

Uma tarde de verão em Satolep,
uma voltinha nas dunas para brincar e vem aquela vontade de fazer xixi.

_ Mãe, paii, xixiii!!
_Filha, tira a calcinha e faz ali atrás do mato.

Tonton sai aliviada do mato comentando.

_ Dei um mijo igual a um guri!
(educada e phyna, não sei quem puxou!)

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Sobre não ser igual

Fomos comprar roupas novas para o ballet.
_ Filha, que cor tu queres a tua malha?? Rosa?
_ Eu quero preto, toda a bailarina tem malha rosa e eu quero preto.


Sobre se sujar

Palavras da profe Dai do colégio da Ton. Nível II
"Tenho o hábito de brincar com meus alunos no final da tarde, quando já estão SUADOS (pq correram e exploraram o pátio) e SUJOS (pq brincaram com água e areia livremente) dizendo:
- o que eu vou dizer para tua mãe quando ela chegar??

Até que um dia ouvi uma resposta que alegrou meu coração!
-Não se preocupa prof, minha mãe disse que criança que se suja é pq brincou bastante!
E concordo com a Paola !
Criança que se suja é pq brincou! É mais feliz! É mais criança!!"

Os mais lindos amores, meu Thuri e minha Ton

Sempre apaixonada pelo mano



Sobre cartas a Théo

(12 /12 /2014)
 Ontem, fui com a Ton em uma exposição no Memorial do Rio Grande do Sul.  Entre uma obra e outra, vimos vários postais, e eu tentando explicar:

 _ Filha, antes as pessoas não usavam e-mail para falarem umas com as outras. Elas mandavam estes postais, bem coloridos. Colocavam no correio e o correio entregava em casa. Entendeu?

_ Sim mãe, igual as cartas do Van Gogh pro irmão dele.

Sobre saxo, sixo... ããã... sexo

Ton me chama:
_ Ohh mãeeeee

_ Que filha.
_ O que é saxo?sixo? Ãããa, sexo. É sexo. Sexo, sexo, sexo.
E eu mudando de cor. Cada vez que escutava a palavra sexo ficava branca, rosa, vermelha, roxa...
É... ãããã... filha... a mãe não sabe explicar bem. É uma coisa que os adultos fazem pra ter bebê, mas eu não sei explicar. Juro que vou comprar um livro e te explicar melhor. Mas agora a mãe não sabe responder.
_ Mas quem te falou isso?
_ Ué, o Arthur é que me disse: "Tu não sabe o que é sexooo".
_ Ai filha, tu não tem idade pra estas coisas. Não repete no colégio tá? Não fala pros colegas.
_ Ah mãe, eles também não sabem o que é
(ou seja, ela já andou falando pros colegas)
_ O pai, o que é sexo??
_ Eu não sei o que é. Mas pergunta pra tua mãe.

E a dúvida ficou no ar.

Sobre todas as cores

Antonella ganha do papai noel uma bebê negra e linda. A tia Lu passou muito tempo procurando por uma boneca destas.

Estava brincando com ela e  perguntei:
"_Filha, me conta como é a família da tua boneca. Tu é a mãe, como é o pai?"
"_Ué mãe... ela é marrom, eu sou amarela e o pai dela é leopardo. "

Leopardo é o mesmo que pardo para Tonton.